1. Brasil
  2. Cultura
  3. Sociedade

A gaiola de Leandro Karnal e o racismo

4 de dezembro de 2017 - 15:06:48

O Leandro Espiritual prova que o Brasil é um país tremendamente racista mediante o argumento de que entre 1931 e 1988 houve apenas NOVE queixas de racismo apresentadas à Justiça.

Prova suplementar, segundo ele, é que a Constituição de 1988 e a a lei penal subsequente instituÍram para o racismo AS PENALIDADES MAIS SEVERAS DO MUNDO.

Ninguém, na platéia, perguntou que lógica é essa.

Para poder provar a onipresença endêmica de delitos racistas na sociedade brasileira com base no fato de que houve apenas nove queixas de racismo entre 1931 e 1988 — o qual prova exatamente o oposto –, o Leandro Espiritual alega que “a lei não foi aplicada”, o que lhe parece “uma hipótese bem razoável” — sem notar que a Justiça não tem como agir em casos que, se existiram, não foram levados ao seu conhecimento. Prova um ilogismo com base em outro pior, invertendo, de um só golpe, a lei das probabilidades e a função da Justiça.

Em seguida argumenta que a severidade da pena legal prova a abundância dos crimes, em vez da sua rejeição pela sociedade.

Numa outra conferência, ele afirmou que “o pensar abomina gaiolas”. Sim, digo eu, principalmente aquelas com um papagaio dentro.

 

  • Hattori Hanzo

    touche!

  • Deusnara Flores

    Grande pensador. Brilhante em suas colocações.Amo suas palestras, pois assim adquiro maiores conhecimentos. Parabéns Leandro.

    • Tulio Stephanini

      Parabéns pra qual deles? O Karnal ou o Espiritual?

    • Rafael

      Também acho, e com obra acadêmica de respeito, coisa que uns e outros “filósofos” não possuem.

      • Newton (ArkAngel)

        Do jeito que a coisa anda na comunidade “acadêmica” no Brasil, tenho sérias dúvidas se isso depõe contra ou a favor do sujeito…

      • João Sena

        Obras do tipo “Crer ou não Crer”, “Pecar e Perdoar”, “Todos Contra Todos”. As obras de Lair Ribeiro, “Sucesso não Ocorre por Acaso”, “A Magia da Comunicação”, são bem mais interessantes.

  • Danilo Dalla Vecchia

    Esse “karmal negativo” e o seu falso-filosofar , é a dona xepa da esquerda catando suas migalhas . Achando que um banquete .

  • Rafael

    Karnal está coberto de razão, o fato das pouca denúncias só demonstra que a lei brasileira não funciona, se na primeira houvesse punição severa outras mais se sucederiam, depois a CF veio com o crime de racismo, mas deram um jeitinho de transformar tudo e injúria racial, sim somos um país profundamente (e temo) irremediavelmente racista.

    • Rodrigo Gonçalves Pereira

      Sou negro, o único racismo que senti foi na 4ª série, crianças idiotas apenas. O resto é só politicagem para conseguir aplausos.

      • Rafael

        Provavelmente você sofreu discriminação, que é um sintoma da doença do racismo.

        • Rodrigo Gonçalves Pereira

          Não é doença é burrice, se achar superior a outrem por causa da ascendência; é síndrome da parvoíce crônica adquirida, hahahaha!

    • Wanderson Pereira

      Eu sou preto, nunca achei o Brasil um país racista, sinceramente. Agora, se ficar com receio de um preto com gingando se aproximando às 3 da manhã perguntando alguma abobrinha for racismo, minha família só tem preto racista.

    • João Sena

      “somos um país profundamente (e temo) irremediavelmente racista”. Você está coberto de razão Rafael, tanto é, que a esmagadora maioria dos brasileiros morenos aqui existentes são imigrantes da Polinésia.

      • Rafael

        A realidade está aí, se não quer ver problema seu.

        • João Sena

          Se você se referisse à Africa do Sul, poderia ser, mas racismo no Brasil, tenha dó.

          • Rafael

            Diz ai como é viver em uma bolha?

          • João Sena

            É estar fora da realidade, onde as evidências não contam e sim palavras e ideias. É o caso de acreditar piamente que um país multicultural e miscigenado como o Brasil é racista; é acreditar até a morte que se pode distribuir riqueza a vontade para todos; é defender até os dentes que não precisamos de religião e sim da ciência; é achar que o Estado pode controlar tudo; é apregoar aos quatro cantos que, destruindo uma cultura, pode se chegar a um sociedade socialista. Vejo essa bolha de fora e tenho pena dos que estão dentro dela.

          • Rafael

            Mas são justamente as evidências, os dados e as estatísticas que provam que o país é profundamente racista.

          • João Sena

            Evidência 1, brancos juntaram a negros e geraram filhos.

            Evidência 2, Atualmente a população parda vem aumentando e a branca diminuindo.

          • Renato Lorenzoni Perim

            João, pára de dar palco pra esse rafael. Esse cara não merece um clique nosso.

      • Renato Lorenzoni Perim

        Eu sofro de um racismo diferente. Eu sou rafaelofóbico. Não suporto esse tal rafael e minha vontade é que ele desapareça da face da terra.

        • João Sena

          Jesus nos ensinou a tolerância. Mas tem horas que que o saco enche. ):

    • Gustavo Costa de Oliveira

      então posso dizer que a qualquer momento teve 100 milhões de qualquer coisa não registrado
      e isso entra no raciocínio assim sem vc perceber?

    • Gustavo Costa de Oliveira

      a única coisa verdadeira nesse argumento do karnal é o preconceito sobre um alto número de crimes que ele quer que tenham acontecido

      • Rafael

        O argumento dele é de alguém que não está com a cabeça internada na terra, que conhece seu país e sua história.

        • Hattori Hanzo

          É por isto que desde quando ele caiu de quatro no gramado, nunca mais se levantou.

    • Gustavo Costa de Oliveira

      crer numa coisa assim tão de coração, sem perceber, pra mim essa é a melhor definição de fanatismo

    • Newton (ArkAngel)

      Então a lei do racismo é anterior ao racismo?

  • Wanderson Pereira

    Eu

  • Odilon Rocha

    Um mistificador e embusteiro.

  • Marcos Pereira

    Racismo é uma obsessão da intelectualidade esquerdista, não só no Brasil. Querem por que querem insistir em algo para o qual o povão, uma maioria avassaladora de mestiços ( o que na realidade prova o inverso da tese racista), não está nem aí para tipos como o tal de leandro metido “enganal”. Racismo é um histerismo da esquerda, que só enxerga racismo num certo quinta – o ocidental. Em outras bandas, principalmente nos países sequestrados pelos psicopatas comunas, ONDE DISCRIMINAÇÕES MIL EXISTEM DE FATO, …..ah!!! – Deixa pra lá.
    Felizmente muitos já não caem mais nessa ( mais uma), das muitas, armadilhas, conspirações coletivistas para forçar a divisão de uma sociedade.
    Existem as raças de cor e, PONTO. Deus quis assim e, assim foi feito. Que aprendamos dentro dessa realidade a, pouco a pouco (não adianta impor), com muito amor no coração, sermos mais altruístas. Afinal a realidade das raças é inevitável. Tem a sua função – a Diversidade. Da diversidade derivam as habilidades: Bolt, Sinatra, Carlos Gomes, Bill Armstrong, Von Braun, Einstein, Galtama. etc, etc, Ah! não esqueçamos de nosso fabuloso PELÉ.

    • Rafael

      Discriminação é sintoma e não a doença, curioso como a direita teima em não ver a realidade, o Brasil é estruturalmente racista,mas sempre que alguém denuncia isso aparece gente tentando relativizar com essa falsa democracia racial.

      • Marcos Pereira

        Tá Bom. O país mais miscigenado do mundo é racista.
        Conta outra que essa não pega.

      • Gustavo Costa de Oliveira

        Discriminação é um ato normal do dia a dia como qualquer outro, não vivemos um só dia sem discriminar milhares de vezes. Se pararmos de discriminar, morremos.

      • Gustavo Costa de Oliveira

        por exemplo:
        – na segunda guerra, soldados russos, alemães, americanos e franceses relatam perplexidade diante de existirem oficiais negros na FEB

        tu tem que colecionar milhares de informações fatuais como essa e usar isso e não teu preconceito… mas não há outro meio de adquiri-las a não ser estudando bastante e sendo sincero, nesse campo não tem como parecer, se for falso não vai funcionar e tu não vai entender a vida, o mundo e si mesmo

        agora se vc não tem cultura e sim uma colcha de retalhos com preconceitos e superficialidade como o sr Karnal, vai compor o que fala inteiramente de preconceitos e retórica.. parece que fala uma coisa mas quando vê a coisa é só uma nuvem=

        • Rafael

          Claro, tinham oficiais negros, provavelmente em percentual menor, como também existia no exército americano, Isso não quer dizer nada sobre a estrutura racista do país. Que só não vê quem não quer.

      • João Sena

        Estruturalmente? Me explica o processo de miscigenação. Ou não é realidade?

        • Rafael

          Estruturalmente, foram séculos de escravidão, as estruturas permaneceram, o processo de miscigenação brasileira foi natural, com uma população negra gigante, agora quero ver o senhor explicar o porque de subirmos dois degraus na escala social e o número de negros e mestiços ir desaparecendo.

          • Hattori Hanzo

            E ai, o que que isto tem haver com a discriminação?
            Em qualquer lugar do mundo existem inumeráveis e diversificados tipos e níveis de discriminação.
            Que tal a discriminação islâmica, socialista que matam os discordantes?
            Rafael tome cuidado com a grama meu rapaz.

          • João Sena

            Mas Rafael, o processo de escravidão ocorreu com brancos e negros. Brancos escravizando brancos e negros, bem como negros escravizando negros e brancos. Quando os escravos foram trazidos para o Brasil, na África, o comércio de escravos entre negros já ocorria ha séculos. Inclusive no Brasil, ocorreu esse comercialização em pequena escala. Você não pode colocar isso como uma simples questão de cor de pele, a coisa é bem mais complexa. Uma coisa é certa, os brancos, na época do brasil colônia, se uniram aos negros escravizados e geraram filhos. Esse fato, por si só demonstra que o racismo não era comum no pais.

            Pelo contrário, segundo o IBGE a população parda está aumentando e a branca diminuindo. Olha a pesquisa de 2016, por favor . Se isso está acontecendo é porque o processo de miscigenação continua.

          • João Sena

            O problema é que fomos educados sob um regime ideológico muito forte. Criou-se mitos intransponíveis. Certos assuntos se tornaram tabus e não se pode discuti-los. É necessário quebrar os dogmas e buscar a verdade acima de tudo.

  • marcelo almeida

    “careca de morrer”

  • barbosa

    Gostaria de saber qual a lógica da esquerda que vive pregando que prender não resolve e ao mesmo tempo pedir prisão em casos de racismo. O racismo é abjeto e estúpido, no entanto, só demonstra a própria pequenez de quem incorre no mesmo, de modo que não vejo porque uma pessoa deve ser encarcerada por demonstrar a sua estupidez.

    • Rafael

      A esquerda tem essa esquizofrenia com a prisão.Mas confunde-se muito a doença (racismo) com o sintoma (discriminação).

      • Newton (ArkAngel)

        A discriminação é necessária e indispensável. Eu não deixo qualquer um entrar em minha casa, e se vejo dois sujeitos com o capuz cobrindo o rosto, independente da cor, atravessarem a rua em minha direção, eu fico ressabiado mesmo.
        Aliás, você atravessa a rua se ver um japonês vindo em sua direção?

  • Alemoon

    O pensamento revolucionário é auto-contraditório. O que se pode salvar dos ideais esquerdistas?

  • Márcio Machado da Silva

    Não é preciso muito pensar
    Facilmente podemos constatar
    Que o Leandro Espiritual
    É um pseudointelectual

  • Newton (ArkAngel)

    Ou seja, o nirvana do tal de Karnal é punir os crimes antes que sejam cometidos…

  • Jacson Calado

    Olavo é o cara!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Marcelo

    O Leandro Karnal parece que abre biscoito chinês toda hora e lê aquelas frases batidas de auto-ajuda. “Adjetivar é facil”, “não mudar é fatal” dentre outras.

  • Quanto mais pilantra e covarde mais tem abertura nessa imprensa podre do Brasil. Por que esse farsante ainda frequenta a mídia?

  • Lukas

    A lógica é: se você mata, estupra, sequestra e rouba você é uma vitima da sociedade. Se você ofende um da nova especie afro-brasileira-lacradora você é um racista misógino e fascista que tem que ser preso.

  • Walace Freitas

    top ri de mais

  • Dagmara

    Instituiu-se que há um racismo predominante no Brasil e não há dado de realidade que possa refutá-lo para certas tribos, é claro, pois não se inclui nesse sistema de crença a população em geral que tem mais o que fazer. E o mais deplorável é ver o quanto esses “intelectuais” midiáticos são muito bem remunerados por uma retórica cínica em detrimento da verdade. Uma total inversão de valores.

  • Hattori Hanzo