1. Filmes

Ciências sociais

11 de julho de 2017 - 4:36:46

Quase vi de novo o filme de John Frankenheimer, “The Fixer”. Quando notei que era o mesmo que havia passado no Brasil com o título “O Homem de Kiev”, desisti. Em pleno 1968, o roteirista Dalton Trumbo, mais comunista que a mulher de Lênin, ignorava meio século de genocídio e anti-semitismo na URSS para choramingar os sofrimentos de um pobre judeu… na Rússia tzarista. É mais do que o meu saco atual pode suportar.

Eric Voegelin lembra que Max Weber fixou de uma vez para sempre um requisito essencial para a prática das ciências sociais: ninguém tem o direito de pretender ser um cientista social se não tem suficiente conhecimento comparativo de várias civilizações, tanto do Ocidente como do Oriente, em diferentes épocas do seu desenvolvimento.
Nesse sentido, desde as mortes de Gilberto Freyre e Luís da Câmara Cascudo não existe NENHUM cientista social no meio acadêmico brasileiro.