1. Cultura

Invadindo a TV e o Cinema

2 de junho de 2017 - 19:12:54

A audácia, a cara de pau do Danilo Gentili, é a coisa mais admirável que já apareceu na TV brasileira em mais de meio século. Esse é como o gato do Gugu: Four Balls.

Só a TOTAL falta de respeito pelos vigaristas nos altos postos traz uma esperança de dias melhores para o Brasil. O tempo da ironia leve acabou. Entramos na Era da Chacota.

Pela primeira vez em trinta anos, um brasileiro apareceu na TV nacional fumando, dando tiro e dizendo para a turma invadir o Congresso. Depois dessa, só resta ao establishment bem-pensante reconhecer: — Fudeu.

*

Jardim das Aflições em São Paulo

Jardim das Aflições no Rio de Janeiro

Jardim das Aflições em Brasília

O instinto mais forte do filisteu moderno é o ódio mortal a tudo que o ultrapassa e supera. Ante qualquer sinal de grandeza, beleza, sabedoria ou santidade, sua reação imediata é tentar destruí-lo, mas, se isso for impossível, ao menos depreciá-lo para rebaixá-lo à sua própria estatura. Nem sempre ele recorre, para isso, à difamação direta, principalmente quando teme represálias. Às vezes segue uma via que lhe parece mais sutil, apropriando-se do objeto do seu ódio por meio da familiaridade fingida que o banaliza e emascula.

Foi essa e somente essa a motivação do boicote ao filme do Josias Teófilo. Os pretextos políticos não passaram de tentativas vãs de embelezar ideologicamente a inveja mais porca, o filistinismo mais grotesco.

Os vinte festivais que tentaram impedir um sucesso inevitável comprovaram à saciedade a inépcia, incultura e a falta de profissionalismo dos seus responsáveis. É preciso parar mais que depressa esse obsceno desperdício de dinheiro público que se repete todos os anos para a vanglória de incompetentes e invejosos.

Não me venham falar de Aquaquaquarius. “O Jardim das Aflições” merecia não só ser exibido, mas PREMIADO em todos os festivais brasileiros. NUNCA se fez um filme melhor neste país.

Como personagem e assunto do filme, eu teria todos os motivos do mundo para ranhetar, para me fazer de superior, para fingir insatisfação, para dar uma de fresco como é o hábito geral das celebridades neste país. Mas tenho de me render aos fatos: o Josias Teófilo e sua equipe fizeram um trabalho maravilhoso.

Tem carinha que vai assistir a “O Jardim das Aflições” como quem vai escondido à boate gay. Não conta nem para si mesmo.

Parece brincadeira, mas o filme estreou justo no dia do aniversário da Roxane. Fomos ao Cabelas para mostrar aos meninos os bichos empalhados e tiramos esta foto na sala de armas.

*

http://www.gazetadopovo.com.br/cultura/documentariojardim-das-aflicoese-fiel-a-olavo-de-carvalho-e-suas-ideias-f0n9c243hn8691pkg742pj8jg

 

  • A dívida moral que não somente eu mas acredito que muitos brasileiros também tem por Olavo de Carvalho é algo impagável. Se não fosse por esse velho fumante eu ainda seria um bostinha filiado ao PSTU.

    Obrigado prof.Olavo de Carvalho!

  • José Amaro

    Sem dúvida, dívida que aos poucos vai sendo compensada, ao “(ver várias) mente(s) jove(ns) ganhar(em) vida entre deslumbramentos” – compasso dos diversos estados de consciência na dívida com a realidade.
    “A gratidão é uma dívida de honra, ou seja, uma obrigação que se cumpre espontaneamente” – Santo Tomás de Aquino (1225-1274).

  • ABC

    Quando vem para Sorocaba ?

  • Jorge Dal Salve Moro

    Não existe escuridão!
    Existe falta de luz!
    Obrigado Olavo !!!

  • gustavo druziki

    Olavo comemorando em grande estilo ! Cabelas e Bass Pro ainda vou conhecer. o Sr. é muita qualidade em uma pessoa só Olavo ! Muito obrigado por esclarecer nossas mentes !

  • Conservador

    Família maravilhosa! Parabéns mestre Olavo! Fui um dos idiotas úteis, formatado desde a tenra idade (nasci em 77) pelo marxismo filho da p*. O senhor nos despertou, seu papel é gigante. Mas não tem nada ganho. Vejo ainda que seu papel nos EUA será muito importante. Se não puder ver o filme nos cinemas, com certeza vou comprá-lo. OBRIGADO.