1. Mídia

Arruinaldo “Estado de Direito” Azebunda

26 de maio de 2017 - 3:52:30

Se o Arruinaldo tivesse sido demitido ou censurado, com certeza eu o defenderia. Mas não tem sentido defender o cidadão contra uma decisão que foi dele próprio.

Quando um colunista é achincalhado no próprio jornal ou revista onde escreve, o que ele tem de fazer, em vez de sair batendo pezinho, é usar as páginas mesmas da publicação para achincalhá-la de volta. Fiz Isso no Globo e na Época e, confesso, FOI UM TESÃO.

Ninguém acusou o Arruinaldo de porra nenhuma. O caso dele é como o daquele sujeito que, de tanto tocar punheta pensando na mulher do vizinho, se sente acusado de comê-la.

Arruinaldo “Estado de Direito” Azebunda armou o mais lindo golpe autopublicitário da década, e muita gente boa está caindo na sua armadilha. Com emprego antecipadamente garantido na Rede TV, pediu demissão da Veja e da Joven Pan, fazendo-se de vítima de uma ofensa que ninguém lhe fez e de uma censura que ninguém lhe impôs. Aproveitou, é claro, para sujar mais um pouco a reputação do juiz Sérgio Moro, uma atividade que tem constituído a sua mais constante ocupação profissional nos últimos anos.
Atendendo a insistentes pedidos que me solicitavam um showzinho de nobreza — como se nobreza fosse moeda de troca –, quase caí na esparrela de sair defendendo quem nada sofreu e só ganhou com essa história toda.
Sinto muito, amigos: quem vai na conversa do Arruinaldo é TROUXA.

Há pessoas cuja única substância reside no emprego que ocupam. São ainda mais desprezíveis do que os patrões que as empregam, cuja substância consiste na empresa que ganharam do pai.

Há quatro décadas os jornalistas brasileiros VIVEM de grampos vazados. De repente, do nada, grampo virou “atentado contra o Estado de direito”, só porque, de raspão, foi no cu do Arruinaldo. Deve ser mesmo um cu muito especial.

Sempre soubemos que tudo o que desagrada ao Arruinaldo Azebunda é um atentado contra o Estado democrático, os direitos humanos, a abolição da escravatura, a Revolução Francesa e os Founding Fathers. Agora sabemos também que para isso as coisas não precisem nem mesmo acontecer. Basta parecer.

Melhor ainda se a aparência ajudar a salvar “in extremis” uma carreira em extinção.

  • Henrique Rodrigues de Sousa

    Não perdi nada em não ter lido livro algum daquele sujeito que se deu o direito de ofender a Joice Hasselmann e ainda posar de “injustiçado” apenas porque ela questionou que os motivos os quais ele se revoltou contra a direita e não estava falando mais coisa com coisa.

  • Aaron DiBona

    fantástico artigo do Sr.Olavo

  • Janete Zanette

    Depois que aquele sujeito começou a agredir a lava-a-jato e ao Deltan em especial, não deu mais para aguentar. Não tem nada que me faça mudar de ideia a respeito. Deu. Não aguento mais RA

  • Eye of the Tiger

    Olha, torço pelo Moro, mas esse lance de absolver aquela figura estranha da mulher do crápula Cunha, não gostei nem um pouco. Decepção total dessa decisão!!! A mulher usufruiu de grana roubada…como assim não tem prova contra ela???? Moro pisou na bola feio e deve sim ser criticado por isso!!!

    • George mendes

      A verdade é que Moro AMARELOU….

  • ### Andreis###

    O cara mudou mesmo. Sempre o acompanhei, desde quando batia bonito na quadrilha do pt. Mas de repente, começou a detonar todo mundo, até o Moro que é uma pessoa muito séria.

  • Forkert

    Joaquim Barbosa também amarelou, lembram? Quando era presidente da Suprema Corte de Justiça Nacional. E ninguém acha estranho, o que é o pior. Sempre a mesma coisa. Vocês não acham que está na hora de acordar?