1. Mídia

Jornalistas e Jogos lógicos

7 de julho de 2017 - 23:09:19

O que o Alex Jones deveria ter respondido à Megyn Kelly na entrevista:
Ela: — Dizem que você é o maior paranóico da América. O que você acha?
Ele: — Eu não ligo para o que as pessoas dizem. Se ligasse, não estaria aqui ao seu lado queimando a minha reputação, pois sei o que dizem de você.

Jornalista profissional há MEIO SÉCULO, já entendi faz tempo que a última coisa que um entrevistado deve fazer quando entrevistado por um membro da CRASSE é deixar que ele emoldure a sua resposta ao formular as perguntas. Não se deixe enquadrar na visão-do-mundo dele, force-o a adaptar-se à sua. Corrija cada pergunta antes de respondê-la.

Segunda regra de segurança anal para os entrevistados da mídia: Se a entrevistadora é mulher e bonitinha, esprema-a mais ainda com piadas e paradoxos que a deixem sem jeito. Mulher encabulada fica ainda mais lindinha.

Jogos lógicos em cima das perguntas que ela faça.

Segunda regra de segurança anal para os entrevistados da mídia: Se a entrevistadora é mulher e bonita, esprema-a mais ainda com piadas e paradoxos que a deixem sem jeito. Mulher encabulada fica ainda mais lindinha.

E não se esqueça jamais do que disse o Marcello Mastroianni: “Nós, galanteadores, não nos ofendemos nunca.”

O Alex Jones tem razão: O New York Times simplesmente NÃO NOTICIOU o fato mais importante do depoimento do James Comey : o desmentido cabal do zunzum segundo o qual o Trump havia tentado bloquear a investigação sobre suas relações com os russos. Não há jornalismo NENHUM no NYT.