1. Brasil
  2. Cultura
  3. Mídia

Sobre os ataques da esquerda e da extrema-direita

4 de novembro de 2017 - 15:20:13

A mídia, com seu cérebro de carrapato num corpo de brontossauro marombado, ainda vai levar uns trezentos anos para perceber que tenho sofrido, da extrema-direita, ataques muito mais virulentos e abjetos do que aqueles que me vêm da esquerda. Os meninos enfezados da UFPB, afinal de contas, só gritam “slogans” e palavras-de-ordem, seu ódio se volta contra uma imagem estereotipada que acreditam ser eu porque seus professores assim lhes disseram. A turma da direita, em vez disso, desce ao último círculo do inferno na prática obsessiva da calúnia e da difamação, atribuindo-me a autoria de crimes imaginários de um ridículo sem par, e até vasculha a minha vida pessoal e familiar em busca de indícios remotos que possam dar ares de verossimilhança às suas mais descabeladas invencionices.

Definitivamente, no conjunto a motivação por trás dessas explosões de fúria não é política. É um amálgama de emoções toscas e complexos de inferioridade longamente arraigados na sociedade brasileira, que vêm à tona quando feridos pela exposição a uma luz insuportável que põe à mostra toda a sua feiura e miséria.

 

  • Paulo Bobsin

    Ambos criaram um Olavo ficcional professor?

  • Osvaldo Pereira Júnior

    Todo sujeito da dita extrema-direita que ataca Olavo de Carvalho na verdade nem é da extrema-direita mas sim um revolucionário infiltrado.

    Só uma anta poderia difamar o professor depois de tudo o que ele fez para destruir a hegêmonia esquerdista nos debates que até o final dos anos 2000 era absoluta.

    • Newton (ArkAngel)

      O pior é que hoje em dia as antas são a maioria.

    • Carlos Castro

      O problema é que mau-caráter tem em tudo que é lado. Na esquerda é bem mais fácil, até porque existe o transtorno de personalidade esquerdista (o esquerdopata), vide Lobaczewski ou Rossiter, ambos com excelentes livros sobre o assunto. Mas como em tudo na vida, coisa ruim tem por tudo. Mau caráter tem na direita também. É só procurar no YouTube que se acha até quem já chamou o professor de comunista e de agente da CIA!

      • Osvaldo Pereira Júnior

        Sem palavras sobre o livro de Lobaczewski. Simplesmente um dos melhores livros que já lí até hoje.

        • Otavio

          Também li e recomendo o grande livro do Andrew Lobaczewski. Leitura OBRIGATÓRIA para desenrolar um monte de desinformação e enganação da mídia esquerdista reinante no Brasil, e e entender um pouco mais sobre como é o estrago quando um psicopata esquerdista sobe no poder.

  • Sergio Russo

    O Olavo de Carvalho é uma das pessoas mais inteligentes que conheço . Mas existem muitos tipos de inteligencia . Aquele gol de cabeça do Pelé na Copa do Mundo , aonde ele calcula em decimos de segundo quando e quanto pular para cabecear e fazer o gol , é um exemplo classico de inteligencia pouco reconhecida .
    Tudo isto para dizer que o Olavo de Carvalho , tal como o Pelé , tem um tipo de inteligencia rara , pois possui uma clareza e didatica ao explicar seus pontos de vista ( sempre corretos ) que pouquíssimas pessoas tem. Não dó para dizer : ” Nao entendi !!! ” ao terminar de ler seus artigos.
    Mas ele pensa que vai desfilar isto por aí sem pagar imposto ?
    O imposto é ser atazanado pelos extremistas , tanto de esquerda quanto de direita , pois extremista transforam corrente filosófica em credo religioso , o que só os profundamente imbecis conseguem.
    Todas as pessoas decentes tem suas opiniões. Se ao ler um artigo do Olavo de Carvalho voce pode dizer para si proprio ” – Puta que pariu . Passei 20 anos da minha vida acreditando em coisas erradas. Isto que acabei de ler , do Olavão é que está certo .Tudo o que eu tinha vai para o lixo “.
    Vergonha de mudar de ideia ? De jeito nenhum. Se voce não muda , vira um faraó embalsamado .
    Mas os extremistas não pensam assim . E como não conseguem contra argumentar no mesmo nivel do Olavão , partem para agressão covarde e de baixo nivel , pois o professor os tirou da zona de conforto , aonde credos prontos e embrulhadinhos em celofane do politicamente correto são sua fonte de saber.
    Falar a verdade e catequizar a plebe ignara tem seu preço . O professor tem que pagá-lo , pois em outros lugares , falar a verdade sai bem mais caro que o relinchos dos extremistas.

    • Osvaldo Pereira Júnior

      Muita gente não muda porque eles vivem e dependem da mentira para sobreviver.

      Ser comunista depois dos trinta anos ainda mais com o advento da internet, só continua sendo comunista se for um cego demente ou se estiver ganhando algumas regalias financeiras para continuar sendo assim.

      Líderes de países comunistas por exemplo, sabem que o comunismo é uma farsa mas como eles vivem uma vida de verdadeiros faraós, eles fazem de conta que realmente acreditam naquela farsa como um grande ideal para os povos.

      Isso serve para chefes de partidos de esquerda também. A maioria desses líderes não acreditam mais no comunismo em sí a muito tempo, mas precisam fazer de conta que acreditam e usam o discurso revolucionário para manter as massas mais jovens e de idiotas úteis iludidas e dando apoio e dinheiro para que esses líderes continuem tendo uma vida boa.

      Muitos deles vão até morar nos Estados Unidos depois com a família para terem uma excelente qualidade de vida.

      • Sergio Russo

        Prezado Oswaldo , ainda sobre o comunismo .
        Partidos comunistas que não tiveram o poder sobre o Estado , como na Italia , França e Espanha , foram um primor de honestidade , inteligencia e critica apropriada . Mas quando detinham o poder , não hesitavam em chamar os tanques sovieticos para amansar a turba.
        Como doutrina , acabar com a miséria e a poibreza é a coisa mais linda , mas tudo muda quando se faz a pegunta certa . Quanto custa este troço ? O Brasil vai descobrir que não tem grana para resgatar um monte de brasileiros . Se fizer na marra , seremos 208 milhões de indigentes ou uma nova Venezuela.

        • Osvaldo Pereira Júnior

          O comunismo é um fracasso por uma regrinha bem simples. Para criar uma sociedade “perfeita” é preciso que alguém detenha o poder absoluto para se fazer tais mudanças necessárias e para conseguir o poder absoluto é preciso o poder das armas e finalmente quando isso é conquistado, ou seja o poder político e o poder militar, ninguém vai querer mais sair lá de cima em nome de uma igualdade que não irá existir já que assim que ele entregar as armas e o poder tudo volta ao que era antes com outras pessoas ocupando o lugar dele.

    • Carlos Castro

      Meu caro Sérgio, suas palavras encontram uma ressonância completamente fásica em mim! E vejo-me empaticamente com você através de sua história! Anos, décadas de ideias, concepções erradas, preconceitos indevidos, tudo por falta de conhecimento, este devido à falta de vontade para me esclarecer mais, sair da inércia, da ignorância que é a pior das prisões, porquanto a prisão intelectual é o pior dos cárceres. Por uma graça divina, chega um momento em que através da palavra de um amigo um nome me é falado ao ouvido, e a partir daí começa uma leitura aqui, outra ali… e então aquela inércia acaba, pois o interesse começa a crescer. As coisas começam a fazer sentido. E quanto mais se estuda, mais se quer aprender, pois mais se vê que nada sabemos. Algo meio como o paradoxo socrático. Ao mesmo tempo, o lamento pelo tempo perdido… tantos anos só lendo coisas atinentes à profissão ou até coisas boas, mas tendo este mundo descortinado à frente tendo de ser conquistado. Mas, na vida, tudo tem o seu momento – sabedoria popular – e o meu veio com este sopro ao meu ouvido das palavras Olavo de Carvalho.

  • Ricardo Dionisio

    O problema não são as ideias esquerdistas, são a forma pelo qual se tenta implementá-las. Tomar espaços políticos como meio de calar os adversários, ou calá-los por gritaria ou manobras sujas, violentas ou antidemocráticas. Desumanizando e odiando quem pensa diferente.
    Entendo que sofremos por tanto tempo dessa violência política, social e cultural que muitos de nós perderam a capacidade de entender que isso é errado. Alguns querem utilizar as mesmas táticas sujas da esquerda sem perceber que o mais importante é a honestidade e o respeito consigo mesmo e com o semelhante.
    O brasileiro perdeu algumas qualidades, por vários motivos, entre as quais estão a responsabilidade e a maturidade.

  • Daniel Montenegro

    Quero pedir aos leitores que tentem ignorar os meus erros de
    escrita.Bom, se é que um dia aprendi alguma coisa com as reflexões que faço
    sobre seus vídeos é que os alunos estão apenas seguindo a cartilha da esquerda,
    servindo como idiotas uteis, como o senhor mesmo se cansa de falar, não pode
    haver nem um pensamento contrário porque um pensamento diferente pode levar
    algum cidadão pensar sobre as ideias que está sendo discutida, e uma mínima reflexão
    sobre os ideais da esquerda comparado com as análises intensas feitas pelo
    professor, despertara o idiota levando a pensar na burrice que está cometendo.

  • Rafael

    Acredito que é um pouco difícil os professores citarem OC, visto que o mesmo é um completo desconhecido no mundo acadêmico.

    • Renato Lorenzoni Perim

      Aham. E quem seria o “mundo acadêmico”? Você, seu jumento? Recolha-se à sua insignificância, seu verme.

      • Rafael

        Eu não. Diria quem faz pesquisa séria, baseada em fatos, dados e estatísticas, pra esses o Olavão é um desconhecido.

    • Otavio

      HAHAHAHAHAHA… Deve ser o Mundo Acadêmico da Vila Nhocuné (aka USP/UNICAMP/UFRJ) onde, ultimamente, nada de bom sai de lá.

  • marcelo almeida

    Caro Olavo,
    A verdade só produz dois sentimentos antagônicos: o amor e o ódio.
    Considerando que a verdade nos aproxima de Deus, que os pobres coitados lambam suas feridas de ódio, pois jamais abriremos mão da verdade.

  • Fernando Suster