1. Cultura
  2. Internacional
  3. Mentalidade Revolucionária
  4. Sociedade

Um dos temas do meu novo livro

12 de fevereiro de 2018 - 19:17:34

Uma das coisas mais patéticas no pensamento do século XX é a crítica frantkurtiana à “sociedade administrada”. Críticos que ajudam a consolidar aquilo mesmo que desejavam destruir mostram uma cegueira fora do comum. Como é possível um filósofo não perceber, num relance intuitivo instantâneo, que a destruição dos valores civilizacionais, morais e culturais faria necessariamente da economia o último e único eixo articulador da sociedade, passando toda a iniciativa, de imediato e inexoravelmente, aos donos do capital? Para dizer o mínimo: os frankfurtianos eram BURROS ERUDITOS. Esse é um dos temas do meu novo livro.

*

É pura teoria da conspiração, ou delírio, mas não sai da minha cabeça: um grupo de bilionários subornou os frankfurtianos para que transformassem o esquerdismo no melhor instrumento para a glória do capital. Se não foi isso, foi burrice mesmo.

*

A burrice, quando passa de um certo limite, pode se transformar numa profissão rentável.

*

O Michael Hoffmann, o mais famoso negacionista do Holocausto nos EUA, finalmente chegou aonde queria: seu último livro é um ataque brutal à Igreja Cstólica. Anti-semitismo e anticatolicismo sempre foram irmãos siameses.

*

Se as teorias da conspiração fossem a pura realidade, seria um alívio: pelo menos elas são compreensíveis.

*

Acho que a humanidade inteira, hoje em dia, tem esta impressão:

 

 

 

Paula Felix: “Nenhuma teoria da conspiração me soa mais espantosa que a realidade em que vivemos.”

*

Medicina, educação, mídia, religião e nutricionismo, hoje, são apenas instrumentos de controle comportamental. Os frankfurtianos conseguiram construir aquilo que diziam querer destruir: a sociedade administrada.

*

Pensem no Kurt Levin: como é que um sujeito pode impedir o advento da sociedade administrada criando instrumentos de engenharia social?
É como tentar curar hemorróidas dando o cu.

*

Para mim isto é uma certeza final: a esquerda mundial INTEIRA trabalha hoje para a elite megabilionária.

*

A mais alta ambição de cada intelectual esquerdista, hoje em dia, é tornar-se um idiota útil bem pago.

*

O idiota útil, por definição, é idiota demais para saber a quem é útil.

*

Como é que um intelectual pode chegar a imaginar que os megabilionários lhe dão dinheiro para lutar contra eles?

Sem a menor sombra de dúvida a fórmula de Lênin foi invertida. Agora é: “A burguesia nos fornece a corda com que nos enforcamos a nós mesmos.”

*

A obviedade das obviedades (mas, para os intelectuais de esquerda, um mistério inconcebível):

Se um sujeito lhe paga para você destruir tudo, só quem vai sobreviver ileso à destruição é ele mesmo.

 

  • Felisberto Nobre Nobre

    Os odebrecht’s, jbs, OAS (as grandes bancas ainda permanecem encobertas), e tantos quantos outros que corromperam e foram corrompidos pela orcrim de lula ,e caterva

  • Felisberto Nobre Nobre

    …autoforneceram-se as peias com as quais estão se enforcando. Ou, “os ruins por sí se destroem.”

  • Robson La Luna Di Cola

    Onde nos levou o projeto da ditadura do proletariado? Simples. Olhem em volta. Nos levou à ditadura do empresariado…

  • marcelo almeida

    Perdão, mas comparar anticatolicismo com antissemitismo é delírio…
    Ademais, o uso de termos chulos acaba por depor contra a causa defendida e faz do intelectual da grandeza do Olavo uma caricatura de si mesmo.

    • Alexandre Ávila

      por que é delírio? não se pode dar um exemplo grotesco para descrever um fato, um acontecimento ou um pensamento? por que não?

    • RANIEL

      Por evidente, você só deve estar buscando informações na media mainstream. De fato a rede globo não fala nada sobre isso, posso dizer que a perseguição a cristãos mundo afora nunca fora tão estapafúrdia. Veja o que está acontecendo em alguns países do Oriente Médio. Para ilustrar vou citar o Irã, onde o sujeito que se converte vai pro corredor da morte acusado de apostasia. Pesquise! Procure debater alguma coisa do ponto de vista cristão, aliás, se declare cristão praticante, em uma universidade pública aqui no Brasil mesmo e espere para ver o que acontece: nariz torcendo, piadinhas, ironia, subjugação, e rótulo de tapado, pra dizer o mínimo! Se isso não é perseguição não sei do que se trata. Então a perseguição começa velada e vai atingindo níveis alarmantes gradativamente, basta que ninguém denuncie, ou que ninguém acredite que está acontecendo, até que se torne irremediável. PS: Sobre a linguagem do Olavo de Carvalho, ele sabe o que faz, sabe a quem atingir, e sabe a quem provocar esse mimimi aí e com qual objetivo, se você não sabe, estude mais sobre sua obra porque está passando vergonha.