1. EUA

Caso Seth Rich

26 de maio de 2017 - 3:58:23

Não parem de prestar atenção ao caso Seth Rich. Todo o segredo por trás do “conluio do Trump com os russos” está aí:

http://www.wnd.com/2017/05/twitter-suspends-news-agency-for-seth-rich-report/

*

Poderosos interesses estão mobilizados para bloquear toda investigação do caso Seth Rich. Sean Hannity perdeu anunciantes por tocar no assunto e o WND foi suspenso do Twitter.

*

Seth Rich era um membro do Diretório Nacional Democrata. Foi ele, e não “os russos”, quem passou ao Wikileaks os e-mails comprometedores. Depois disso ele apareceu assassinado em circunstâncias misteriosas, e a investigação policial foi totalmente irregular, omitindo-se de interrogar testemunhas essenciais. Seth Rich tinha de desaparecer para que a história dos “russos” adquirisse ao menos um simulacro de verossimilhança.

  • Breno

    É meio que um caso de “Celso Daniel dos EUA”. É interessante como qualquer discussão que surge a respeito dessa morte que contrarie o discurso principal seja atacada e censurada pelo mesmo grupelho que ataca Trump. Já no caso do presidente dos EUA e as prostitutas mijonas na Rússia, a notícia foi tratada amplamente como verdade sem qualquer base para sair nos canais de notícia que saiu e sem nenhuma preocupação com as reais consequências.

  • Flávio Dornelles

    A conversa da mídia agora aqui no Brasil é que o FBI está investigando o genro do Trump por causa de ligações com os russos.