notícias faltantes


Para entender o episódio em Charlottesville

SOMENTE pessoas que conhecem bem o funcionamento dos serviços secretos, por estudo ou por experiência pessoal, podem compreender a política contemporânea. Steve Pieczenik é um exemplo. Pieczenik: Controlled Opposition Behind Charlottesville Rally Deep state rally designed to paint all Trump supporters as “white nationalists” (Pieczenik: Oposição controlada por trás da manifestação de Charlottesville Deep State […]

Trump, perseguição anticristã e a desonestidade da grande “mérdia”

“Deus não me deu a Roxane porque eu merecia, mas porque eu precisava.”

Agora que a USP está se metendo a fiscal da idoneidade jornalística alheia, é bom lembrar:

http://www.midiasemmascara.org/arquivos/3077-observatorio-de-midia-da-usp-bilionario-esquema-de-poder.html

*

Quando recentemente o Obama fechou o acesso aos refugiados cubanos, ninguém na esquerda reclamou.

O conservadorismo no Brasil

Um país de maioria conservadora sem um só partido conservador, um só jornal diário conservador, um só canal de TV conservador, uma só universidade conservadora, é por si a maior aberração política de todos os tempos

O brasileiro é conservador mas vive num país onde: O conservadorismo é proibido. O anticomunismo é proibido. O antifeminismo é proibido. O antigayzismo é proibido. Para ter o direito de dizer alguma coisinha, o povo tem de fingir que é apolítico e que está apenas “contra a corrupção”. E o mais incrível é que, mesmo preso nessa camisa-de-força ideológica, ainda consegue alguma vitória de vez em quando.