vida conjugal


Sobre o perdão

(Edição: Marlon Belotti)   Perdoar é sempre uma demonstração de força. O perdão é próprio dos reis e juízes, não dos coitadinhos. Mas há também o falso perdão que é só afetação e sentimentalismo bocó. O sujeito diz ‘Eu perdõo’ e depois, escondido, vai fazer uma macumbinha. * Se você perdoa a mulher adúltera mas […]